O avesso do que foi dito




É notório o mundo contraditório que permeia a mentalidade do ser portador de raciocínio. Você pode até não se preocupar muito em querer visualizar tais contradições, mas mesmo que você não perceba você pode estar inserido nelas. Afinal, você faz parte deste mundo. Fala-se em paz mundial, mas não consegue conter as palavras rudes e os gestos obscenos quando está em um congestionamento ou quando, sem querer, alguém pisou em seu pé em uma balada. É a favor da igualdade social, mas desce da calçada quando ali está um morador de rua. Ama os animais, mas não dispensa um churrasco aos domingos na casa dos amigos. Cor da pele não significa nada, mas prefere os negros ou os brancos – se a cor realmente não importa, por que escolher? . Eu o (a) amo, mas como hoje ele (a) não pôde estar comigo eu “ficarei” (Lê-se namorar ou algo mais) com outra pessoa. Será que o amor é tão liberal assim? Essas são apenas umas das inúmeras situações que comprovam o quão é o humano, embora se fale que raciocina, um ser que não pense tanto a respeito do que apregoa. Talvez devêssemos, ao invés de falar tanto em o que preferimos, o que não preferimos, em o que somos contra ou a favor, silenciar um pouco e mostrar de forma convincente o que realmente somos e/ou queremos.

"Aja antes de falar e, portanto, fale de acordo com os seus atos."
(Confúcio)

14 comentários:

Zélio Marulo Jr. disse...

Brilhante, pensamos demasiadamente sobre o que somos ou o que queremos e deixamos muitas vezes de lado o que realmante importa.

O valor moral das conquistas continua distorcido.

Belo Texto.
abraço.
Bons Ventos!

www.bloginoportuno.blogspot.com

Blog do Terra disse...

mt bom o texto, faz pensar bastante nas nossas atitudes e pensamentos

Mônica Pinheiro disse...

Belo texto! Gostei do seu blog! Vou seguir.
Bjos

Mônica
http://www.redenacional1.blogspot.com

Rafael Iglesias disse...

O que importa, realmente, é o que não importa. Se é que você me entende.

http://blogs.abril.com.br/rafaeliglesias

Mariana Santiago disse...

Oi, fofa!
Estou de seguindo!

Kαmile Rαbelo disse...

Simplesmente perfeito o seu texto. Essa onda de ficar com alguém pra esquecer outra pessoa não existe, se gostar de alguém terá primeiro que aprender a pensar na pessoa de outra forma pra dai então poder conhecer e gostar de outra pessoa. Realmente vivemos falando coisas e fazendo totalmente o contrario do que foi dito. Mudamos de opinião constantemente e acabamos sempre rompendo o nosso raciocinio. ´


Grande abraço Joyce

Gabriel disse...

O ser humano é uma perfeita contradição (como esta frase). E ele prova isso a todo momento. Mas pense comigo cara Joyce, o que seria dos paradigmas se não fossem quebrados? Qual seria outra se não a finalidade maior deles serem quebrados? E que outra forma de fazer isso não mudando e contradizendo o que se dizia ou se era a pouco? (não repare se eu estiver indo longe d+, sou assim mesmo)

Ah, e obrigado pela consideração e carinho em meu blog, se tem alguém que eu tinha certeza que iria comentar, este alguém era você =]

Um ótimo fim de semana pra ti,
Beijão!

G+ disse...

muito bom o texto ! Pior que é tudo verdade :( falar de acordo com os nossos atos é bem difícil !
Estou seguindo ;D / www.gabrieltododia.blogspot.com

Nivaldo Gomes Filho disse...

se todos parce pora ler texto assim tudo seria melhor

Alan Costa disse...

Joyce, muito bom o seu texto, seus exemplos citados são fantásticos, e eu já parei pra pensar várias e várias vezes nesse paradoxo, além de seus exemplos citados acima podemos lembrar também de gente que critica algumas coisas, mas não mudam em nada, e muitas vezes fazem uso delas, precisamos agir mais e falar menos, quem fala mto, mto engana e se engana
http://alancostam.blogspot.com/

Aline Cruz disse...

Eu simplesmente adoreii....seu blog é ótimooo...


Beijoo grande.. estarei sempre por http://entrelinnhas.blogspot.com/

João Sobreira disse...

Joyce,

Obrigado por suas palavras! Bom mesmo é quando, depois desse mergulho, conseguimos sair cada vez mais fortes e mais humanos...

Volto aqui depois com mais calma, ok?
Te sigo também.
Abraço.

P.S.: Do pouco que vi já gostei das tuas idéias!

Dany Barreto disse...

Realmente, até agora não entendi se o
ser humano não pensa no que fala ou
não entendi o que fala .Sem falar da rotina
todo mundo já se acostumou com essas coisas.
Mas, PARABÉNS gostei do seu blog e do seu
modo de ver as coisas. [Já tinha percebido pelo seu comentário no meu blog]

Seguindo *-*

Camila Márcia disse...

Amei esta postagem. Muito inspirada você.
Acredito que somos seres ditos racionais, mas que não costumamos usar o nosso lado racional ao lidarmos com as diferenças ou opiniões que não sejam as nossas.

Postar um comentário

Seu comentário pode ser seu cartão de visita.

Obrigada pelo comentário!

 
© Template Scrap Suave|desenho Templates e Acessórios| papeis Bel Vidotti