Nem tão perto, nem tão longe...




O que fazer quando a cadeira balança vazia na varanda sendo embalada apenas pelo vento? O que fazer, ainda, na falta do som emitido pelo sorriso? E o que dizer da falta do calor emitido pelo abraço? Talvez não tenhamos nada a dizer e nem a fazer. Perder nunca foi e jamais será fácil. Fala-se em perder porque um dia já se ganhou. Ganhou abraços, ganhou sorrisos, ganhou afago, alegria. Mas é importante saber que nunca se perde algo por completo. E o que dizer dos ensinamentos, das palavras de carinho, dos momentos compartilhados e das descobertas feitas? Elas também foram perdidas? A vida tem o seu percurso, e a cada parada feita ao longo dela, levamos um pouco do que foi encontrado pelo caminho. E aquilo que não pôde seguir conosco não quer dizer que foi totalmente perdido ou que será esquecido. Ficará em nós a lembrança e com isso teremos acrescentado algo mais à nossa vida, mais uma cena, mais um cheiro, mais um sabor, mais um rosto... Então, no fundo, descobrimos que não perdemos. Perder é algo que soa muito forte aos ouvidos de quem verdadeiramente sabe o que foi ganhar. E quando se ganha algo, por mais que seja breve, se for bom o bastante será sempre seu e estará sempre com você. Afinal, o que a lembrança senão uma parte daquilo que não está mais com você.

"A vida que nos foi dada pela natureza é breve, mas a lembrança de uma vida bem vivida é eterna." (Cícero)

13 comentários:

Zélio Marulo Jr. disse...

Quanto mais perdemos, mais ganhamos. Ficar estático nos faz ignorar coisas que adoraríamos conhecer, quando se perde algo vai atrás de coisas para suprir a perda e acaba descobrindo que perder, não foi tão ruim assim, e que apesar da situação você acabou saindo ganhando.

grande abraço!

www.bloginoportuno.blogspot.com

Bons Ventos!!!!

R.F. disse...

Retribuindo seu carinho, vim conhecer seu blog.

Interessante como você fala em terceira pessoa de si mesma em sua descrição. Soa mais sincero assim, sabia? Parece que você está de fora, olhando sem tendências ou vícios. =]
Pelo que escreveu, seu blog tem a sua cara.

Parabéns.

Grande beijo!

Sempre que quiser rir um pouquinho, será muito bem vinda no RFPostando! Nos vemos!

Elmo Freitas disse...

Suas palavras seguem uma perfeia ordem psicológica.
Parabéns!

Aline Cruz disse...

Que texto lindooo... nossa vc não imagina o quanto seu texto me tocou.. me emocionou de verdade.. muitooo muitooo muiiitoo bom...
Beijo grande!! Ahh.. e obrigada pela visita viuu...
Beijoo Grande..

http://entrelinnhas.blogspot.com/

Lú.úH disse...

oiie muitooo bom o seu blog .
tô ti seguindoo .!
me segue ?
beijos e boa semana .

http://coisasdegarotas-luuh.blogspot.com/

Kαmile Rαbelo disse...

É Joyce, exatamente nada se perde por completo. Fica sempre uma lembrança, um aprendizado, uma saudade... Nada acontece por acaso na nossa vida, tudo faz parte de um grande plano divino e temos que saber dar valor a tudo que temos inclusive as lembranças. Nada se vai por completo, tudo deixa um pouco de si em nós. Sinta-se abraçada

^-^¨cat disse...

lembranças a gente carrega na mente e no coração, são parte d nós!

Pérola Anjos disse...

A essência das boas lembranças sempre fica e é ela que colore os cantinhos que a vida teima em tornar cinza.

Gostei muito daqui!
Voltarei...

Beijo doce!

Rogerio disse...

a vida tem que ser vivida um dia de cada vez...vivendo ,amando,sonhando, tentando realizar todos nossos sonhos...

Gabriel disse...

Acho que agente esteve um pouco em sitonia ultimamente hahahah

Porque você disse tudo o que eu quis ter dito na minha postagem anterior no blog. Perda... como é difícil encará-la, e ainda mais descrevê-la.]

Mas aqueles momentos que são nossos e de mais ninguém, são eternos e imultáveis. E por mais que tenhamos perdido algo ou alguém, sempre guardamos um pouco conosco, e esse alguém nunca se vai por completo.

Meus parabéns Joyce, pela forma como escreves. Gostaria as vezes de ter a sua profundidade, no lugar da simplicidade do meus versos.

Beijão!

Pérola Anjos disse...

Obrigada pelas belas palavras!
Seja bem-vinda!
Seu espaço também é encantador! Estou por aqui!
Beijos!

Pobre esponja disse...

Belas mensagens. A citação de Cícero fecha o post com chave de ouro.

abç
Pbresponja

Elizabete disse...

Realmente Joyce, o seu texto nos faz pensar que nunca perdemos, e quando achamos que perdemos no fundo ganhamos. Ganhamos experiência, recordações, emoções que ficará em nossas lembranças e servirá de aprendizado diante das circunstancias encontradas no caminho de nossas vidas.
Me identifico muito com os seus textos!
Bjoss!!!!!

Postar um comentário

Seu comentário pode ser seu cartão de visita.

Obrigada pelo comentário!

 
© Template Scrap Suave|desenho Templates e Acessórios| papeis Bel Vidotti