Um olhar a mais




E era em dias como esse, em que o sol recolhe-se lentamente e o céu esconde o seu tom azul clarinho por entre as nuvens agora cinza que vai deixando cair de si gotículas de água fria, que ela debruçava-se na janela... Olhava calmamente as ruas que aos poucos se vestia da chuva fina e incessante. Olhava ainda o casal que corria sorridente e apaixonado por aquelas ruas. E embora olhasse tudo aquilo, o seu olhar era atravessado por cenas um pouco longínquas. Momentos em que em dias como esse ela não observava, mas talvez fosse observada; que corria nessas ruas e o sorriso despontava de tanta felicidade; momentos em que as suas mãos viam-se unidas a outras e em que ela não via um casal apaixonado, mas era uma parte desse casal. E ver tudo aquilo, rever-se naquelas cenas a fazia sorrir. Era um sorriso leve e contido. Um sorriso que parecia vir acompanhado de todas aquelas lembranças, tornando-se assim espontâneo e mágico. Eram os seus últimos dias de vida. Mas rever tudo aquilo, todos os outros dias os quais fizeram parte de sua vida, a fez perceber que foram as coisas mais simples: o cair da chuva, o caminhar pelas ruas, os sorrisos espontâneos, as mãos unidas a outras que a fizeram realmente feliz. E que foram esses momentos, os mais simples, que a fez compreender o que realmente é mais importante nessa vida.

27 comentários:

Lua Nova disse...

Sabe, minha linda, sempre que leio um texto seu, tenho a impressão que vc tem uma ansiedade qualquer dentro desse coraçãozinho. Não seria surpreendente, dada sua natureza sensível e sua juventude. Mas fico feliz pois a cada texto, também percebo como vc busca suas respostas dentro do seu próprio coração.
Vc é uma menina admirável.
Beijokas.

Nina disse...

Amei o texto. Bem escrito e sempre me passa uma mensagem. Adoro todos os seus posts. Parabéns flor!!!

Bjos

Nina

Denise Portes disse...

E assim a gente vai se descobrindo e se reinventando. Belo texto.
beijo
Denise

Letícia disse...

Ótima descrição e abordagem, parabéns. Foi sutil e significativo. Minha dica é que invista no layout do blog.

Outra Xícara de Chá

Deny disse...

Obrigada pela visita, amei seu texto hein, te seguindo já!!!

Bjos

Saulo Taveira disse...

Gostei, uma sensibilidade. Essa busca pelas respostas dentro do próprio coração que a Lua Nova diz é sinal de grande percepção e amadurecimento.

Beijos, lindona.

Bom fim de semana.

Gomes disse...

Sinceramente: Que sublimidade de palavras (...) Gostei da forma de escrita e expressão, bem real e distante, expressa bem os sentimentos mínimos dos seres humanos, pelos quais, se entende os que se dão a vários outros.

Pedro disse...

E quem disse que as melhores coisas são as caras?
É como diz uma frase que eu gosto muito:
"O que é tão incrivel em um diamante além da mineração?"
As melhores coisas são as simples, aquelas que chegam pelo coração, mas muitas vezes nós não percebemos isso e ficamos porcurando essas coisas em lugares onde elas nunca estarão, grande bobeira, pois elas estavam perto de nós todo o tempo.

Adorei!



(Joyce, adorei o seu comentário no blog, mas por bobeira minha, apaguei ele sem querer, por isso, se você passar lá e não vê-lo, é por causa disso. Saiba que eu adorei o que você escreveu pra mim!).


:*

Malu disse...

Oi , Joyce !!!

Obrigada pela visita , presença e carinho
de suas palavras ... :)

Seu blog é um Sonho , adorei !
Te Sigo com Alegria .

BjO Grande e um Domingo de Sorrisos... :)

Kαmile Rαbelo disse...

Querida Joyce, como sempre belissimo texto.. realmente são as coisas mais simples que nos fazem realmente felizes. Quanto ao seu sumiço, senti sua falta, mas compreendo que as vezes surge tanta coisa que o tempo se torna curto. Sinta-se abraçada, beijos

Zélio Marulo Jr. disse...

Joyce, mas uma doçura de texto, seus sentimentos parecem transbordar as fronteiras das palavras e vem batendo no fundo do nosso coração.

grande abraço.

ps: ausência desculpada, o tempo ta escasso pra todo mundo né...


Bons Ventos!! Sempre!!

Thayla Christini disse...

Oi linda, tudo bom?
Vou seguir! Você escreve muito bem!
Tô boba! Muito obrigada pelas palavras, viu?
Amei seu blog!
Beijos

Thay

Solange disse...

joyce,

bacana quando a gente reconhece isso beeeemmmm antes de morrer... quanto mais cedo melhor !

adorei o texto !!

beijos

Márcinha Mendonça disse...

Oi flor obrigada pela sua visita estou a seguir teu blog, depois pasa no meu cantinho bjus doces flor

Pérola Anjos disse...

A felicidade está nas coisas mais simples e nós, com o nosso espírito complexo, fazemos dela um jogo de xadrez.

Que texto mais lindo, Joyce! Melancólico, mas com uma beleza suave.

Beijos, querida!

Lucas Esteves disse...

A paisagem se torna uma trilha quase sonora das nossas lembranças...

Lindo texto :-)

Um abraço!
http://estevespensando.blogspot.com/

*May Lopes disse...

Lí seu texto e parecia que eu tava alí!
Sabe qual é o nome disso?
Dom!
Ipossível não te seguir! bjO

Suzi Montenegro disse...

.

Olá, florzinha linda!

Belo texto!

Nem sempre percebemos que as coisas mais simples são as que nos fazem felizes. Sempre estamos à procura de algo mais.

Que voltem os sorrisos.

Te deixo o meu

=)


.

PerpLife disse...

Quem disse que as melhores coisas das vidas não são as mais caras. É claro que são.
Quanto custa uma chuva dessa, com um amor ao seu lado? Não tem preço na terra que pague isso. Só não valorizamos essas pequenas coisas como deveriam ser valorizadas.
Adorei o texto.
Abraço
perplife.blogspot.com

Leonardo Ribeiro disse...

Sempre quis ver em algum blog um retrado bem profundo do amor,e do romantismo em geral e não aquilo que as pessoas podem simplesmente imaginar.

RosanAzul disse...

Joyce minha querida e terna amiga...
É sempre muito bom chegar aqui e ler a suavidade dos teus textos que dão margem a divagações diversas... o teu escrito hoje, em especial, levou-me a algum lugar do passado...
Parabéns Joyce por seres quem és...
Beijo no teu coração. BOm fim de semana, meu carinho, Ro

Srtª Bêêh disse...

Olá.
Vim agradecer pela visita e pelo carinho que deixaste em meu recanto. Muito obrigada, querida. Adorei o modo como escreves, como retratas o mundo, as pessoas e a si mesma. Estou te seguindo... E estarei, com certeza, por aqui novamente.

Que vc tenha um ótimo domingo!

Luan Iglesias disse...

Sou a favor de uma trilha sonora para os nossos momentos. Pois estes fragmentos do cotidiano é o que nos alimenta para a vida. Para um sorriso. Para uma felicidade momentânea. Tua reflexão é implícita, e não menos bela.

Sue disse...

muito obrigada Joyce.
parabéns pelo blogue, está um espanto :)
beijo

Dielma disse...

É sempre muito bom passar por aqui, sempre sinto coisas boas nesse cantinho. Gosto muito do que você escreve e prá demonstrar esse carinho deixei uns presentinhos prá você no meu blog. Passa lá. Bjo.

Maria Bonfá disse...

ola..vim te agradecer a visita, e te conhecer..amei seu blog.. muito lindo.. vc escreve muitíssimo bem.. uma doçura incrivel em tudo..parabens.. já estou te seguindo...beijão

Maria Chuteira. disse...

Acho que tudo que é simples, ao meu ver, torna-se incrível. Simplicidade é o que há de mais sofisticado. E sua postagem foi divinamente bem escrita. Parabéns, estou te seguindo.

Postar um comentário

Seu comentário pode ser seu cartão de visita.

Obrigada pelo comentário!

 
© Template Scrap Suave|desenho Templates e Acessórios| papeis Bel Vidotti