Welcome 2011!

Ele está chegando... Assim, de mansinho, silencioso, misterioso. Como tudo o que é novo, que se desconhece, que apenas se imagina como deve ser. E nós o esperamos, tão esperançosos, tão cheios de planos, sonhos, sorrisos sem muitos motivos. Desejos incontidos. Não sabemos ainda quais as suas cores, os seus cheiros, seus sabores. E mesmo assim o vemos tão colorido, tão perfumado, tão doce... Porque é assim que o queremos. E esperamos que assim ele seja. Um ano novo multicor, com cheiro se flor que desabrocha, com brilho de sol quando nasce, com magia de criança que ri. Simples assim. Como tudo o que é simples, mas que guarda um tesouro em si.

Feliz Ano Novo!

Deve haver...

Deve haver em algum lugar um pôr do sol diferente de tantos outros que costumamos apreciar ao fim da tarde. Um mar com ondas clarinhas esperando que banhemos os nossos pés. Ou quem sabe uma árvore a nos reservar a sua sombra, os seus frutos... Deve haver. Deve haver uma grama verdinha às margens de algum lago, uma ponte ou um barco. E flores, dos mais variados perfumes. Ou talvez cachoeiras para que nos banhemos em suas águas. Deve haver, e sei que há, muito a nos esperar. E quanto a mim, digo que pretendo encontrá-las. E sei também que de alguma forma as encontrarei, afinal elas não estão lá por acaso. Claro que não!
 
© Template Scrap Suave|desenho Templates e Acessórios| papeis Bel Vidotti