Ausência de si mesmo


Porque você insiste em ter uma presença que é tão ausente? O que a faz querer? O que ela tem de tão especial se a você ela nada dá? A saudade do que você nunca teve. O carinho dado que nunca foi recíproco. E porque, mesmo assim, você insiste em tê-la? Você se preocupa tanto em se doar que nem percebe o tão pouco que recebe. Algo te fecha os olhos e tudo parece imperceptível. Você não consegue enxergar nada além do seu desejo. E, na verdade, você está apenas buscando no outro o que você nunca buscou em você mesmo. E é essa falta de você, EM você, que te torna tão dependente de algo, que no fundo, nem supri o que tanto te falta. Você pode dizer que é amor; mas amor é dependência? Essa segurança que você busca no outro, você tem em si? É preciso, mesmo tomados pela paixão, saber enxergar com os olhos da realidade a quem estamos depositando os nossos sonhos e as nossas expectativas, porque nem sempre elas serão correspondidas e, no final, não adianta você querer culpar o outro porque o único responsável pela sua vida é você mesmo.

...Enquanto não atravessarmos
a dor de nossa própria solidão,
continuaremos
a nos buscar em outras metades.
Para viver a dois, antes, é
necessário ser um.

(Fernando Pessoa)


10 comentários:

Bruna disse...

seu texto me fez pensar....há pessoas que realmente buscam nos outros aquilo q não há em si que acabam por iludidos.Belo texto.

bjuss
Bruna http://relatosdegarota.blogspot.com/

Amelie Jenkins disse...

Na maioria, as coisas acontecem dessa forma. O culpado, é sempre o outro. Apesar de que no decorrer da coisa há um sofrimento, um sofrimento que não queremos perceber, quando acaba, as coisas desmoronam. Afinal, aquilo era o seu mundo. E essa frase, que eu não lembro de quem é, define: "Para amar o outro, é preciso apaixonar-se por si mesmo primeiro". Belo texto.

Peterson Nemesis disse...

e assim que as vezes acabamos iludidos,
como eu! =ss

Kαmile Rαbelo disse...

Joyce como sempre um prazer vim ao seu blog e ler seus belos textos. Parabéns mais uma vez pela forma que escreve. Realmente as pessoas vivem buscando no outro aquilo que não tem em si, é preciso se amar e ter auto-confiança para poder amar alguém porque amar é cuidar do outro sem querer nada em troca e não fazer do outro seu porto seguro.

Nanda disse...

Ain q tocante; Falar do nosso proprio afeto, amor a nos mesmos, precisamos disso na nossa vida, nos amar;


adorei o texto. bjj

http://canalcereja.blogspot.com/

Pobre esponja disse...

Concordo com o gênio Pessoa:
Para amar alguém é necessário amar a nós mesmos.

bj
Pobre Esponja

Bruna disse...

Adoro esse seu costume de sempre acabar os seus posts com frases ou textinhos de autores consagrados. Mas, falando sobre o texto... Concordo, concordo plenamente com tudo que disse. Muitas vezes depositamos o nosso amor em quem não o merece e não conseguimos ver. Mais dia, menos dia a verdade sempre aparece e nós conseguimos enchergar o erro. Temos que apartir daí tentar ver além e aprender com o erro. Amor, com certeza não é depedência. Não se bote buscar no outro o que você não tem e depois culpá-lo por isso. Temos que ser inteiros primeiro.
beeeijos.
p.s. amei seu texto

Guilherme Lombardi disse...

Em muitos momentos da vida, passamos por isso em nossas vida! Preencher espaços vazios que sentimos em alguns momentos de nossas vidas!

Lucas Esteves disse...

É meio trasnparente - quase invisível -esta linha que separa o amor da depenência. Tenho pensado nisto há muito tempo. Acho que a gente procura nos outros o nosso reflexo perfeito, mesmo gosto, mesmas idéias, mas sem os defeitos que nós mesmo temose por inúmeras vezes não enxergamos. Acho que o princípio básico de uma relação é o crescimento, uma relação que te impede de crescer tem algo errado. Não é uma questão de ser frio, como muitos, que ignoram o ''amor romântico'' como uma necessidade humana, mas sim, de não ser escravo dos desejos.

Mais um texto lindo garota, um abraço!

http://estevespensando.blogspot.com

Diego Rafael disse...

O que procuramos nos outros é o que falta em nós mesmo.

Postar um comentário

Seu comentário pode ser seu cartão de visita.

Obrigada pelo comentário!

 
© Template Scrap Suave|desenho Templates e Acessórios| papeis Bel Vidotti