Florir...

A flor que antes parecia triste, escondida entre as folhas secas, agora sorri alegremente para o novo dia. E todas as outras parecem se alegrar com ela. Elas sorriem também. E o jardineiro contente, em ver aquele jardim tão colorido e perfumado, sorri também levando a chuvinha matinal que todas esperam. É que talvez nem ele e nem as outras florzinhas saibam, mas a flor, aquela, que antes era triste, descobriu que para ser jardim é preciso antes ser flor, que para se ser feliz é preciso sorrir e que para se ter vida é preciso viver. E desde então, tudo é cor, vida e perfume...

6 comentários:

Pérola Anjos disse...

É preciso uma dose extra de vida em tudo o que fazemos.

Beijos, querida!

Saudadesss

OGROLÂNDIA disse...

Ora, ora, ora....gostei muito da frase "para ser jardim é preciso primeiro ser flor". podemos interpretar que para fazer parte de um todo primeiro temos que encontrar nossa própria essência? podemos, né? cada um sente as palavras da forma que melhor lhe cabe.
Beijogro

RosanAzul disse...

Olá querida menina! Saudades de ti!
Meu blog andou com problemas... deves saber, muitos outros tbem passaram pela mesma situação.
Mas o importante é a rosa!!
Lindas e perfumadas as tuas palavras como sempre Joyce! És uma menina muito delicada e doce!
Um grande abraço de paz e luz! Bom domingo!
Bjo, ro

Viviane Moraes disse...

O importante o cheiro que exala entre as rosas !!
Beijos, flor *-*

Malu disse...

Sempre fica um perfume nas mãos de quem oferece flores...
Lindo demais! Abraços

Wendel disse...

Olá Minha Flor!

Como você está, tudo bem?

Tenho sentindo falta de suas atualizações, que normalmente tem trazido tantos textos profundos, bonitos, e cheios de sabedoria, revelando uma bela, e sensivel pessoa por tras de cada escrito.

Assim, espero que esteja tudo bem contigo, que a vida esteja sendo bastante gentil contigo,sempre trazendo coisas boas.

Estou escrevendo hoje de meu outro profile, enquanto leio mais um de seus belos textos.
Ele...sinceramente...me lembra muito minha pessoa eu acho. Principalmente no que diz respeito aos últimos textos.

Conforme vamos seguindo e aprendendo Joyce, percebemos que devemos procurar nos bastar, vermos nossa beleza, nossa..."majestosidade", vamos dizer, procurando florecer, sem esperar que algo nos impulsione e de força extra para isso.

Afinal, somos todos de certa forma como flores, quando felizes, quando aceitamos o que somos nosso lugar, nos amamos, e percebemos ser integrantes importantes desse imenso jardim global. Assim conseguimos desabrochar cada vez mais, e seguir nosso ciclo.

Bem querida, fico agora no aguardo de sua visita, que fico desejando possa ser em breve.
Fica um grande abraço.

Wendel aka Bersebah

Postar um comentário

Seu comentário pode ser seu cartão de visita.

Obrigada pelo comentário!

 
© Template Scrap Suave|desenho Templates e Acessórios| papeis Bel Vidotti