Das raridades

Acho raro e bonito a delicadeza com que alguns caminham no silêncio dos outros. Esse jeito único que nem todo mundo sabe fazer porque é preciso leveza, doçura e sensibilidade. Um jeito todo lindo de abraçar mesmo que braços algum necessariamente se abracem.

Um comentário:

Kαmile Rαbelo disse...

Joyce que saudade de vim aqui.. no corre-corre tem sido dificil visitar os blogs.. mas hj me dei ao luxo de tirar 10 min pra visitar os melhores que eu sigo.. então não tinha como não vim aqui ner hehehe!

Adorei seu texto, bem filosofico e envolvente, me fazendo refletir e buscar significados nas entrelinhas ;) um abração

Postar um comentário

Seu comentário pode ser seu cartão de visita.

Obrigada pelo comentário!

 
© Template Scrap Suave|desenho Templates e Acessórios| papeis Bel Vidotti